31.5.06

redondo


redondo
Originally uploaded by cinco555.
saudades!
do lado da antiga, horas e horas após.

pois é!

18.5.06

O pingo do J

Inocência abriu os olhos semi cerrados
Suaves como o desabrochar da rosa mais doce
Orvalho da manhã seguinte... e seguinte... e seguinte
Zonza pela essência de seu próprio ser
Apoderou-se da navalha dos sábios
Orçou todo peso de seus sentimentos e
Zuniu como raio para longe da esfera terrestre
Nunca mais se viu
Rubrica de um sonho sem asas

3.5.06

andei pensando.

Manu chao: mentira




Mentira lo que dice
Mentira lo que da
Mentira lo que hace
Mentira lo que va

La Mentira..

Mentira la mentira
Mentira la verdad
Mentira lo que cuece
Bajo la oscuridad

Mentira, Mentira, la Mentira

Mentira el amor
Mentira el sabor
Mentira la que manda
Mentira comanda

Mentira, Mentira, la Mentira

Mentira la tristeza
Cuando empieza
Mentira no se va
Mentira, Mentira

La Mentira...

Mentira no se borra
Mentira no se olvida
Mentira, la mentira

Mentira cuando llega
Mentira nunca se va

Mentira

Mentira la mentira
Mentira la verdad

Todo es mentira en este mundo
Todo es mentira la verdad
Todo es mentira yo me digo
Todo es mentira ¿Por qué será?

Todo es mentira en este mundo
Todo es mentira la verdad
Todo es mentira yo me digo
Todo es mentira ¿Por qué será?

Todo es mentira en este mundo
Todo es mentira la verdad
Todo es mentira yo me digo
Todo es mentira ¿Por qué será?

2.5.06

Apostas e Gorjetas

Gargala homem sem planos
Despenca ladeira acima
Limpa o sal de tua pele
As rugas destas feridas tão cansadas

Batalha homem sem cor
Rema contra a corrente e o chicote
Deita logo no colo desta tua nêga
E vai pedir arrego e sono e só mais um carinho

Gargalha homem sem prótese
Desvia por tua vida todo esse estresse
Quem não sabe o que é a vida
É quem viveu tantas vidas sem sonhar

Mergulha no bar do fundo sem abismo
No mar da cerveja quente deste baralho de asas

Papiro

Ela chegou meio sem jeito, falando com certo respeito, tornando ainda mais belo toda beleza daquele lugar.

Falava com voz enervada e vergonha estampada nas bochechas rosadas de quem nem sabe bem o que falar.

Fez-se então o silêncio...

Sorrisos e trocas de olhares ingênuos...

Gargalhadas sufocadas, beijos e entranhas.

sentimento sabotado.


eu poderia ficar todas as horas
parado na tua frente,
olhando lábios e dentes,
dizendo teu nome,
só pra me divertir.




mas não. é sempre melhor divergir.
e onde vc estiver, cuidado ao olhar de lado, vai ver estou aí.
do mesmo modo que vc aqui.

1.5.06

uma nova casa.

desta vez em definitivo. para quem se interessar em acompanhar a menina.

http://lccanario.blogspot.com/