28.4.06

ahhhh, a liberdade

Há a liberdade e hão perspectivas. Ângulos e ângulos, congruentes ou não!
É disperdício na minha mão, sim precipício no chão.
Há o corpo e há a mente. Realmente, hei de liberto.
Há de escolher e há de viver OU Hão de escolher e hão de viver.
Comparecer? Nada se sabe, além do que há.

Das escolhas e das possibilidades.
Liberto tu, libertino eu.
Dois pesos, duas 'liberdade'.
Nenhuma medida.

Ligeiro, rasteiro.
FORASTEIRO
invadiu invadindo o tempo, o espaço e o hão.

e eu aqui? não sei li-dar.
é clichê por clichê.
esquecer pra viver.

3 De lírio(s):

Blogger 5 ...

mentiu mentindo metido!

28 abril, 2006 13:28  
Anonymous Anônimo ...

o passarinho diz:

quem?

28 abril, 2006 23:31  
Blogger 5 ...

o Araquem!

02 maio, 2006 08:25  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início