12.3.06

Do Personagem Autor
(Soneto do Soneto Inverso)

Há algum tempo
Um autor veio e me disse
Que devo ter cuidado para não gastar o já usado

Agradecido
Quis torná-lo um personagem
Pois que me veio, a base de fórmulas, mentefechado

Incomodado fabriquei uma teoria
De que nem tudo que não se move é quadrado
Porém meu medo continuou subjugado
A descrever tal real fotografia

Então partir ao velho manto emaranhado
E finalmente debrucei sabedoria
Melhor repetir o que não se conhecia
Do que repintar e repintar o próprio quadro

1 De lírio(s):

Blogger .anA ...

Incrível, Tatu, amei!!!

12 março, 2006 10:22  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início