12.9.05

A Insanidade nos Libertará

Aqui não precisa acontecer
O Perdão do tempo jás
Se o céu amarelo fome
A verdade do verso vivo

Rosa és tu
Rubras cores inexistentes
Deixaste saudades Lira
O olho que tudo vê
Nuvens são algodão doces
Tocando o acorde pra vida

Michele Castro e
Artur Finizola

1 De lírio(s):

Anonymous Anderson ...

só conhecendo, gostei. abraço.

13 setembro, 2005 04:28  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início