4.8.05

A correnteza do rio

A correnteza do rio
Levou meu amor embora
Vai e pede pra saudade
Para trazer meu amor de volta

Eu lembro
Que há muito tempo
Os peixes vinham nos beijar
E Iemanjá sorria
E a alegria
Corria solta ao mar

A Lua
Sempre chegava vadia
Se despia e vinha dançar
A noite era regada de festa
Comerava-se a pesca
E o pescador a voltar

Mas Zé
Ô Zé! Não tem mais pesca não
Ô Zé! Pescador virou fantasia
Chega de tanta ilusão

Mas Zé
Olhando para essas vitrines
De tantas boutiques na televisão
Vai tentar sorte na cidade
Me deixa teus filhos e a minha oração

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início