26.6.05

Por um Ébrio Desejo de Você Sóbria

Você resolveu aparecer
Tão linda mingüante
Ainda não pela metade
Como de um desejo meu
Quase conselheira, adivinha

Agora a pouco
Não te via iluminando o mar
Numa reflexão de paz
Em conjunto com essa
Pouco mais que brisa noturna

Realmente eu precisava te ver
Para que com a tua luz
Acendesse esse mais um cigarro

E os carros
Como por respeito
Passam silenciosos lá atrás

Fezendo-me esquecer
O quão agora a pouco
Encontrava-me triste

Mas por sorte
Hoje eu tenho
Ela e você

1 De lírio(s):

Blogger Ernani Viana ...

Grande Tatú, é bom vê-lo aperfeiçoando cada vez mais o dom que carregas na composição de suas poesias.
Grande Abraço Brother!

27 junho, 2005 03:49  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início