17.5.05

A volta do Poeta e do Filósofo

A algum tempo atrás, conversava com uma estudante de filosofia da USP e ela falava sobre como o caráter de uma pessoa pode mudar. Tentei lhe dizer que por trás deste caráter existe uma outra substância e esta por sua vez é quase imutável.

Alguns dias após, em uma conversa rodeada de cigarros na nova morada de meu grande amigo, professor, rapper e determinista ao extremo, Vitor Pirralho, tiramos proveito de minha conversa anterior e lhe apresentei um suposta teoria sobre esta tal substância, a qual nos rendeu umas boas horas de conversas, raciocínios e filosofias. Seu lado determinista me fez enxergar alguns pontos que ainda não havia percebido, a qual somei em minha teoria.

No fim desta mesma semana, fui convidado pelo poeta, professor e grande amigo Tainan Costa para uma sessão de filme em também, sua nova morada. Enquanto nosso parceiro Jr. Negão (baterista da banda Dona Maria) preparava os petiscos, compramos os refrigerantes para as fabulosas misturas etílicas e algumas Summer Drafts. Entre a primeira cerveja aberta e o play do controle pressionado, foram-se mais algumas excelentes horas de boa conversa sobre o mesmo assunto e na verdade fomos bem mais além do que o mesmo.

Graças a esta última conversa, pude finalmente organizar as idéias e declaro aos mesmos, que acabaram por algum motivo, inquietando esta mente que a há muito não filosofava com tanto prazer, que acabei de acabar a primeira página sobre a teoria.

Peço também desculpas pela demora, pois que alguns fatos me deixaram um pouco desacreditado sobre a veracidade da mesma, mas que hoje percebi, que sobre meu ponto de vista, minha teoria continua correta. Pois realmente as pessoas são como são e quase não pude enxergar isso.

Logo deixarei de mistérios e se tudo der certo a publicarei.
Mais uma vez obrigado aos que me deixaram tão inquieto.

12 De lírio(s):

Blogger v. ...

não deixe essazinha enfiar perguntas na tua cabeça, não... ela é canaaaaalha!

=)

tsc, tsc, tsc. "quase" imutável pega mal...

17 maio, 2005 22:47  
Blogger 5 ...

"Existe pelo menos uma verdade inegável: existe pelo menos uma verdade inegável. Nunca saberemos qual é, mas não podemos negar que pelo menos uma existe, já que se negássemos estaríamos criando uma verdade inegável: que não existem verdades inegáveis! Pronto, deleite-se com essa confirmação da verdade, oh, Prometeus."

17 maio, 2005 23:18  
Blogger mabem ...

essazinha seria vc própria? ^_^

pq achas q pega mal... na verdade não pega, mas só com a teoria terminada é q conseguirei explicar este quase. Na verdade, a teoria também se baseia nisso

18 maio, 2005 00:17  
Blogger Luíz Carlos Canário ...

eu sendo vc não publicaria tão rápido assim. é preciso lapidar a teoria.

18 maio, 2005 09:50  
Blogger mabem ...

na verdade, amigo canário, este logo mencionado é diferente do logo aparentado no texto...

Logo que quero dizer, é que realmente quero terminar, logo publicarei. Não tenho pressa, pois que só escrevo quando sinto as palavras e sabe que dessa vez concordo com a lapidação da mesma e conto com você nisso, antes da publicação oficial.

Que talvez saia tão banal, que nem mereça essa fuleragem toda. ;)

18 maio, 2005 09:54  
Anonymous Alice ...

vixe!

18 maio, 2005 11:23  
Anonymous Carol ...

O velho e bom Poeta do meu Eu excepcional de volta ao blog...ora, ora.

Teria sido a gripe que o fez voltar a filosofar?

Tudo bem que ainda está falando sobre mulheres, mas está quase recuperado do surto que teve esses dias. Ou seria dor de cotovelo?

:P

18 maio, 2005 16:35  
Blogger mabem ...

Carolzinha... Carolzinha... assim vc me envergonha...

Desculpe, mas minha teoria não fala apenas sobre mulheres e sim sobre os seres humanos em geral...

Desculpe-me novamente, mas como ser heterosexual que sou, também não deixarei de falar sobre o mal-denominado "sexo frágil"...

Peço para que percebas que minha volta deu-se em meio a minha febre, como pode constatar no texto que se encontra mais abaixo onde encontrarás "ACORDES" no título. E não exatamente agora.

Por fim, acredito que esteja bem explícito neste texto, que a filosofia continuava presente e eu continuava debatendo, só não queria escrever.

Bem...
Bom ver que você também está de volta a esta humilde residência de profetas profanos e que também constinuas, como às vezes o faz, julgando-me mal.

;)

18 maio, 2005 18:48  
Blogger Ernani Viana ...

Arthur, deixa da tua fuleragem(rs), isso são coisas da puberdade!(rs)!
Meu abraço pra tí meu amigo e irmão Poetero!

18 maio, 2005 21:55  
Blogger mabem ...

olha soh q fuleragem!!!

vlw irmaum ernani :)

18 maio, 2005 22:06  
Blogger 5 ...

ACOCHO POR TRÁS...

18 maio, 2005 23:21  
Blogger 5 ...

e vá rápido.

quero DISCUTIR os CONTRAPONTOS.

19 maio, 2005 00:25  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início