8.5.05

Reflexo

A chuva reflete no vidro
Fazendo dele um espelho
Transparente espelho

Trazendo um mormaço
Nesse som que eu faço
Fevereiro e março
Abril, Maio
Junho é o meu espaço

Fazendo da cidade
Um buraco largo
Lago alagado
Até que surge um marginal alado

Funk Marginal Alado

Até que a chuva para
Deixando as ruas todas alagadas
Até que o céu se torne todo claro
Aí é que se vê barraco desabado
E surge novamente um marginal alado

A Chuva reflete no Vidro

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início