9.3.05

Palpável e Maleável

Lembro de uma conversa com um amigo numa mesa de bar...

Ele: "Certo? O que é o certo? O que é o errado? As regras foram criadas para que você as seguisse, mas isso não quer dizer que elas estão certas".
Eu: "E isto é certo?".

Isso até que veio bem a calhar agora...

A definição de certo e errado realmente foram regras empurradas pela sociedade vigente em determinado momento histórico (tempo e espaço). Sim, e daí? Qual o problema nisso tudo? Você por acaso é um ser humano incapaz de perceber que errar e acertar é tudo coisa do ser humano?
A própria natureza viveu de erros e acertos para chegar no que é hoje e nem sei bem se ela continua acertando.

O fato é que nascemos com senso crítico, sabemos dizer o que é certo e errado para nós e se essa tal definição de nomes é um problema, comece a chamar as paredes brancas de suas casas de bola de futebol e estas por suas vezes de cola de sapateiro, aproveitem e mudem o verbo chutar para o verbo cheirar e fica tudo certo ou melhor, agora já mudou, fica tudo errado, melhor ainda, tudo agora vai ser nada e assim ficou nada errado (que por sinal é o mesmo que o antigo tudo certo).

O que pretendo transmitir com isso tudo é que somos perfeitamente capazes de aceitar, compreender e transmitir. É certo que o meu certo pode não ser o seu certo e isso também vale para o errado. Então, pode-se formular um teoria suficientemente capaz de explicar para um ser humano em questão que as coisas podem não ser como ele acha. Simples assim. Só que as pessoas, preguiçosas e medrosas que são, não levam isto em consideração. Ou, a outra pessoa em questão não mereça tanto trabalho.

O certo é que metamorfoses acontecem todos os dias e eu sou exemplo vivo disto. O fato é que também nascemos sabendo que algumas coisas são certas e erradas e outras são empurradas pela família, pela escola, pelo grupinho, pelos companheiros de copos, até os inimigos nos empurram verdades mentirosas, às vezes, usando da psicologia reversa.
E o mais certo é que uma vez feito xixi na cama, a criança pensa duas vezes antes de brincar com o fogo. Mesmo que toda regra tenha sua exceção.

4 De lírio(s):

Anonymous Alice ...

Me fez lembrar de uma música de uma banda que eu nem curto mas ...
"porque o certo pra você pode não fazer o mesmo efeito em mim. e se tratando de habitantes do mesmo planeta isso pode ser fatal"

eu não sei ao certo se existe certo. consequentemente não faço idéia da existencai do errado.. visto que, como disse Lulu Santos: Não haveria luz se não fosse a escuridão. É óbvio(ou não) que certo e errado dependem um do outro..
Enfim.. sei lá!
Quem sou eu pra saber alguma coisa?!


*eita que o blog dele tá tão bonito..

dá uma olhada no outro flog www.flogao.com.br/ieuseilhah

10 março, 2005 04:12  
Blogger 5 ...

Certo e Errado, Bem e Mal, não seriam estas atribulações inerentes a VERDADE?

eu não a procuro mais, nunca encontraria algo que não existe.

10 março, 2005 09:33  
Blogger 5 ...

e aliás, suponhamos que EXISTA, ela está lá fora ou aqui dentro? a-ha!

10 março, 2005 09:38  
Blogger mabem ...

aih dentro... com toda certeza

11 março, 2005 11:28  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início