28.2.05

Um Paraíso após a Tempestade

Só os fortes sobreviverão
Pois que o que é da terra
É o mal
A luxiria de pecar

Só os belos sobreviverão
E nesta arca estamos todos
Nós, guerreiros da boa índole
Soldados da boa fé

Só aqueles que aprenderam a viver em comunidade sobreviverão
Eis que a natureza agradecerá
E após a tempestade, o paraíso
Após a correnteza, o rio
Limpo, lindo e calmo

Só os puros de coração sobreviverão
E será assim que nasceremos para o novo
Pro uso e desuso do disse e desdisse
E não nos abateremos mais
Em uma próxima oportunidade

Especialmente ao amigo Tainan Costa

1 De lírio(s):

Anonymous Carol ...

Será que sou forte, bela, sei viver em comunidade e pura de coração?

Já havia lido sim, e como sempre gostei muito. Muito mesmo.

01 março, 2005 21:49  

Postar um comentário (Comentar)

<< Início