2.2.05

Produto do Meio?

O Determinismo vem do Naturalismo e diz que: O Homem é Produto do Meio.

Zola descreve a vida dos operários nas minas francesas da mesma forma:

No veio, o trabalho dos britadores tinha recomeçado. Muitas vezes eles apressavam o almoço para não perderem o calor do corpo; e seus sanduíches, comidos numa voracidade muda e naquela profundidade, transformava-se em chumbo no estômago. Deitados de lado, golpeavam mais forte, com a idéia fixa de completar um número elevado de vagonetes. Tudo desaparecia nessa fúria de ganho tão duramente disputado, nem mesmo assim sentiam mais a água que escorria e lhes inchava os membros, as cãibras resultantes das posições forçadas, as trevas sufocantes onde eles descoravam como plantas encerradas em adega.

E este mesmo exemplo podemos reparar na grande obra de estética naturalista brasileira: O Cortiço.
Que defende que o seres degradados são originados do ambiente degradados de onde vivem.

Pois bem... EU DISCORDO !!!

O HOMEM NÃO É PRODUTO DO MEIO.

Sim, o meio exerce grande parte do reflexo do espelho dos seres humanos, principalmente os de caráter ordinário, aqueles que não possuem a capacidade de julgar as atitudes e ações da natureza em sua volta. Poderia puxar este assunto até para o lado espírita, onde o espírito inferior nasce inferior em um ambiente inferior e assim possui maior dificuldade de se elevar e suprir as suas provas. A verdade é que as pessoas podem ser corrompidas pelas facilidades de recursos ou dificuldades dos mesmos, pela falsiabilidade das coisas. Pelo dogma do "sobreviver" e não do "viver" cuja própria sociologia conceitua, talvez até erroneamente sobre o meu ponto de vista. E partindo daí, para se sobreviver é preciso se disponibilizar ou se inclinar para certos lados ou opções que às vezes nem lhe são dadas. Mas que sabemos que ninguém é obrigado a nada, além que na prática não parece ser assim. Não prolongando mais este raciocínio, esclareço unica e exclusivamente que o homem é fortemente influenciado pelo meio, mas nunca será determinado pelo mesmo, ele é determinado pelas ações que ele escolhe para sobreviver ao meio em que vive ou que ele escolhe para viver no meio em que sobrevive.

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início