25.1.05

Querido Diário...

Acho que já lhe falei sobre um jogo onde todos deveriam sair ganhando, ou melhor, um jogo que não deveria ter vencedores, nem perdedores. Onde o empate geral seria a meta, o objetivo e assim, todos os jogadores deveriam se ajudar mutuamente para numa forma de socialismo com bases anarquistas, onde não se teria um líder e as regras seriam bastante claras no caráter de cada indivíduo participante. Acho também que já lhe pronunciei o nome para o mesmo de VIDA.

Tenho algumas teorias sobre ela, eis que juntei algumas e formei um...

Ensaio Teórico Sobre a Vida e o Tempo:

1 - Não adianta querer andar rápido e deixar sua VIDA de lado, ou pior, para trás. Nem muito menos andar em passos de tartaruga e deixa-LA ir sem nenhuma carícia de despedida ou ao menos um adeus. O que temos que fazer é caminhar junto com a MESMA, nos mesmos ritmos e sintonias, sem maldade alguma e ELA se encarregará de te presentear com o que desejas.

2 - Tem que se perceber que o PRESENTE é um estado contínuo e dinâmico, ou seja, está em constante movimento. Enquanto o MESMO anda, assim como a VIDA, vai-se aumentando os centímetros na régua do PASSADO e diminuindo os da do FUTURO.

3 - Então que se deve andar em HARMONIA com a VIDA no PRESENTE. Não se deve passar ELA pensando somente no FUTURO, até que ele venha. Nem muito menos trabalhar eternamente nos museus do PASSADO, pois que essa nunca mais chega (não da mesma maneira). Assim se forma o triângulo; geometricamente, a base mais segura de todos os polígonos regulares e irregulares.

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início