10.1.05

O gordo me lembrou que no FUCA 2, antes da Dona Maria tocar, o Rá chegou e pediu um blues, eu e o Gordão tínhamos composto uma música naquela época e o Rá ficou fissurado nela, virava e mexia ele perguntava sobre ela, pois tá aí Rá, sua música cara... essa é sua música... é a sua cara... e tem tudo a ver... paz irmão... muita paz!!!!

Salve Salve Estrelinha

Uma estrela linda me falou sobre as nuvens lá do céu
Desenho um cata-vento colorido em barquinos de papel
Paixão, sinceridade, igual a amizade
Vou lembrando do que eu nunca esqueci
Que tudo o que invento nessa vida pode ser até verdade

Uma estrela linda me falou sobre a vida de algodão
Ao fechar os olhos sempre choro é culpa da escuridão
E a fada dos desejos, acalma esse medo
E me fala em nunca precisar mentir
Aí acordo e vejo o mundo todo colorido

Sei que ainda sou criança
E é assim que quero ser pra sempre
Sempre ouço a esperança
Criança que é criança nunca mente

Salve, salve, salve estrela
Salva, salve estrelinha

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início