16.1.05

As coisas são aparentemente incríveis, quando queremos tentar dar créditos a elas, por exemplo... porra nenhuma... não quero escrever porra nenhuma, mas continuo sentado aqui, esperando que algum desvaneio tolo me tire a inércia cerebral e me faça fraquejar os dedos em cima das teclas alvas de meu aparelho transmissor. Sei que vivi o suficiente para não continuar acreditando em nada, sem que não fazer sentido faz sentido... aquela velha história de qual é a excessão de que toda regra tem que ter sua excessão. Apenas gostaria de deitar e dormir, mas minha mente coça e diz... "senta e escreve algo, pois hoje foi um domingo produtivo"... se a mente é minha, pq. diabos tive que colocar aspas?!

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início