9.12.03

As mudanças são internas e pessoais. E regradas a passo de formiga no coletivo. A emoção ainda destrói a razão. E não há um controle racional.

E aquela briga de sabado por motivos politicamente (corretos, cada um na sua verdade "absoluta") só me fez crêr que as mudanças pessoais ainda estão longe. E não existe coletivo, enquanto não houver o individual gerado das dúvidas e construído em diversos caminhos.

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início