25.11.03

Já não me sinto, já não me minto
me conto as verdades, as juras
mas não repito a outrem
não morrerei ontem
não nascerei amanhã
não me repito, não me fico
me levo por onde as pernas levar
me arrasto por onde houver chão
me levanto pra atirar, toda, expressão
não há luz nos olhos
só há o breu
o breu, o breu
festas, comemorações
me conta
quem foi que morreu?
a não ser eu .;.

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início