22.4.03

no fim da grota, descendo pela rua da caixa d´água, no meio daquele matagal todo, tinha um sofazinho, onde a galera embolava um coisinha e trocava suas idéias no meio da noite, de lá subiram várias histórias entranhas, legais e interessantes, uma delas foi bem louca, a galera tinha descido, lá pelas tantas ouvi-se uma zuada nas árvores no começo da grota, do lado inabitado, minutos depois as folhas balançaram um pouco mais abaixo, a galera começou a falar de uma cobra gigante que rondava o lugar e os malucos de plantão começaram a ficar cabreiros, bicho, o barulho foi descendo e os macho tudo subindo, foi cada um por si, um dos maluco chegado meu, tocou fogo na camisa e começou a visualizar as árvores, dizem os que ficaram que neste momento o barulho acabou, pra quem não acredita, perguntem aos grotescos do antares, pergunta se ainda tem algum desce lá pra ficar de bem com a vida.

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início