17.4.03

manhã de chuva
(manhã e lágrima)

hoje o dia acordou triste
como se acabara de chorar
pensei em lhe fazer cócegas
mas também estou às cegas

nem o vento a balançar
as palhas dos coqueiros
nem o mar
às vezes tão reluzente
quis exibir seu brilho
nem mesmo a linha do infinito
distorcidas pelas brumas do longínquo
deixou-se notar

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início