6.3.03

íris livre



navio negreiro novo no porto
bate forte coração mocambo
batidas de tambores
ressoam cultura velha no lombo
batidas de tambores
ressoam lembranças no lombo
batidas de tambores
ressoam chicotes nos troncos
e eu aqui sem você
e eu aqui esperando você chegar
de novo no porto velho do mar
a cada navio negreiro novo
movido a tambores no lombo
lembranças de troncos
de chicotes de troncos
esperando você chegar
e você onde está?
de onde você chegará?
talvez do sul
ou quem sabe nos toques indígenas
e trarás poções que nos embriagarão
com fatal felicidade
chás de raízes velhas entorpecentes
mas eu vim de lá
e é pra lá que olharei até chorar

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início