1.3.03

carnaval seria algo como carnes vão?
antigamente em odiava o carnaval, assim como ainda não tenho simpatia pela páscoa e natal, antes eu pensava que era uma época do ano, onde as pessoas se massificavam para escutar músicas estúpidas e apelativas e as brigas de rapa, aumentavam intensamente a cada ano, gente que só sabe maloqueirar e nem se drogar sabem, época do ano sujeita a mais acidentes de motivos etílicos e onde os assaltos as casas se torna bem mais fácil, não, não mesmo, eu odiava o carnaval e todo o seu conceito moderno, até que resolvi olhar pelo outro lado, o lado da tradição e da diversão, os verdadeiros blocos carnavalescos deviam ser massificados e marchinhas deveriam ter mais força e mais respeito, o nome carnaval me traz algo legal, algo como emoções e sambas enredo, a partir de quando comecei a pensar assim, irei a todo ano, tentar entender a verdadeira essência do carnaval, espero que um dia, aqui em maceió, façamos show alternativos grátis, com bandas de nome que se disponham a tocar também de grátis, como acontece no movimento pernambucano e para começar era só as bandas pesos alagonas se juntarem e fazer esse movimento, com sua propoganda vinda de longa data, eu mesmo adoro maceió e prefiro ficar por aqui, mas é carnaval, juntemo as essências

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início