27.2.03

incrível, tem uma crente e uma senhora de pensamento antigo na sala onde trabalho e o assunto do dia foi:
vanessa camargo e sua não virgindade, a crente fala:
-você viu a vulgaridade no programa da hebe, segunda.
-não o que foi? (essa fala bem autoritária sempre)
-a vanessa camargo deu uma entrevista numa revista dizendo que não era mais virgem e em outra revista saiu que o pai dela tinha deserdado ela, aí desmentiu essa parte e disse que sabia que a filha não era mais virgem, mas para ele seria sempre um bebezinho.
-eu acho isso uma vulgaridade, isso não pode não, eu vi ela na hebe, mas estava com sono e nem percebi o que ela estava falando.
-ela quer é aparecer, não tem pra quê tá dizendo se é virgem ou não, isso é muita vulgaridade.
eu - vulgaridade é estar falando dela nesse momento, se vocês dizem tanto que não gostam dela e nem do programa da hebe pq. continuam no assunto, se ela é virgem ou não o problema é dela, é por causa de gente que fala dela que ela dá esse tipo de entrevista na tv.

argh, como disse o raul:
"gente é tão louca e no entanto tem sempre razão
quando consegue um dedo, já não serve mais, quer a mão
e o problema é tão fácil de perceber
é que gente nasceu pra querer"

0 De lírio(s):

Postar um comentário (Comentar)

<< Início